15:42h • 26 de Fevereiro de 2020
Alterar Senha
Esqueci minha Senha

Notícias

APMP recebe o 2º Encontro do 1º Ciclo de Oficinas: Desenvolvimento de Protocolos de Investigação

Mais de 120 associados participam da capacitação

04/05/2017

A APMP recebe nesta quinta e sexta-feira, 04 e 05 de maio, o Segundo Encontro do 1º Ciclo de Oficinas: Desenvolvimento de Protocolos de Investigação. A capacitação é uma realização da Procuradoria-Geral de Justiça, por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias Criminais, do Júri e de Execuções Penais, em parceria com o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional - CEAF. A Associação Paranaense do Ministério Público e a Fundação Escola do Ministério Público - FEMPAR apoiam o evento.

Esse é o segundo de quatro encontros, ao final dos quais se pretende obter a padronização e a qualificação da aplicação dos métodos de produção de provas, além de fomentar a realização de investigações financeiras. Os documentos produzidos terão caráter orientador e não vinculativo, respeitada a independência funcional dos membros da instituição no exercício de suas atribuições.

A solenidade de abertura ocorreu na manhã desta quinta (04) e a mesa foi composta pelo Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público, Ivonei Sfoggia; pelo Corregedor-Geral do Ministério Público, Arion Rolim Pereira; Pelo Coordenador do CAOP Criminal, do Júri e Execuções Penais, Cláudio Rubino Zuan Esteves; pelo Presidente da APMP, Cláudio Franco Felix; pelo Coordenador do Centro de Apoio Técnico à Execução (Caex), Bruno Galati; pelo Coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Proteção ao Patrimônio Público e dos Grupos Especializados na Proteção ao Patrimônio Público (Gepatrias), Marco Antônio Corrêa De Sá; e pelo Coordenador do CEAF, Eduardo Augusto Salomão Cambi.

O Procurador-Geral de Justiça, Ivonei Sfoggia, enalteceu a atuação de cada promotor, em cada comarca. Para Ivonei, o trabalho do dia a dia do membro do Ministério Público, atendendo a população, é fundamental para o bom nome da Instituição. “A importância está no trabalho diário de todos os promotores”, exclamou. 

Cláudio Rubino Zuan Esteves, Coordenador do CAOP Criminal, agradeceu a participação de cada um dos participantes e afirmou que ter essa quantidade representativa de colegas (120 inscritos), buscando a capacitação, é sinônimo de que o Ministério Público quer se aprimorar e continuar sua atuação combativa.

O Presidente da APMP, Cláudio Franco Felix, manifestou a satisfação em poder sediar este evento e fez um breve relato da atuação da Associação em Brasília, diante dos diversos ataques que assolam o Ministério Público. Cláudio enfatizou que toda essa hostilidade que o MP vem enfrentando é apenas o resultado do bom trabalho de cada promotor e procurador de Justiça, “Este evento com mais de 120 membros mostra que queremos realizar ainda mais, fazer um excelente trabalho em prol da sociedade”, continuou, “A sociedade, as instituições evoluem e nós precisamos evoluir para acompanhar todo esse movimento”.

Logo em seguida, deram-se início aos trabalhos que prosseguirão até à tarde de sexta-feira, 05 de maio.

Confira aqui as fotos.